Vamos bater um papo sobre Espiritualidade?
A idéia não é um sermão, mas uma reflexão "ao pé do fogo".

Mas o que é Espiritualidade?

Pra gente começar, a primeira idéia que vem à cabeça é: em que nós acreditamos?
Todos os povos acreditam em uma "força" superior, e isso há milênios. Dão a ela o nome Deus, ou Jeová, ou Cristo, ou Adonai, ou Allá, ou Buda, ou Shiva, ou Tupã, ou seja qual for o seu nome. Isso é interessante. É interessante porque, se você reparar, seja lá qual for o nome Dele, todas as crenças convergem para um mesmo "elemento central". Como esses povos crêem em uma força superior, se nunca puderam se comunicar diretamente no passado, viviam isolados pela distância? E que criou, controla e move tudo e todos, e dão a ela um nome. É para se pensar.

Mas aí vem uma outra pergunta: Porque tenho que acreditar, se eu nunca o ou a vi, mas me dizem que existe, e está presente nas nossas vidas?

Vamos analisar essa questão mais adiante.
Primeiro um pouco de história...


E desde quando existe a crença ou fé?

Os primeiros registros de que se tem notícia vem da idade da pedra, onde o homem primitivo já desenhava nas paredes das cavernas momentos de adoração ou representações de suas Divindades. Eles não tinham escrita e provavelmente a linguagem se resumia a grunhidos. Mas veja que eles desenhavam o que viam... Estamos falando em pinturas de mais de 35 mil anos. É tempo pacas!

De lá pra cá, os povos foram evoluindo culturalmente, surgiu a escrita e a linguagem e mesmo assim novos registros artísticos foram surgindo, ou pintados ou esculpidos. Mas em todos os cantos continuava sendo feito da mesma forma. As crenças através de suas Divindades.




E por que eu preciso ter uma Religião?

Agora vamos voltar na pergunta lá de cima.
Vamos pensar como Escoteiros para nos ajudar a responder essa pergunta. Nosso Grande Chefe fundador, B-P, sempre dizia que "o importante não é "qual o nome Dele" nem como acreditar; o importante é aceditar em Deus, seja lá que nome ele tiver (se referindo às religiões).

Nesse contexto, nós já sabemos que Ele tem vários nomes, e várias formas diferentes de se acreditar Nele, e cada forma com suas regras e doutrinas. Oras bolas, então tanto faz qual a religião que eu sigo, certo? Sim. Mas tem alguns aspectos que a gente pode levar em consideração...



A Espiritualidade dos povos indígenas...

Os povos nativos do mundo estão profundamente conectados com o ambiente em que vivem. E são com certeza o melhor exemplo de como viver em harmonia com a Natureza (bem diferente de nós, que nos julgamos "civilizados")


Suas orações normalmente fazem referência aos elementos da natureza e de seus ciclos (seca, chuvas, frio e calor).
A morte para eles é uma ferramenta vital no ciclo da vida. É como o topo de uma montanha. É o ponto onde todo o conhecimento se encontra e pode ser finalmente absorvido.

Quando a morte chega, tem início um novo ciclo. e a passagem pode construir uma nova alma, com as experiências da vida passada.
Eles consideram suas vidas e seu equilíbrio baseados e sustentados pelas 4 forças da roda da medicina:
O Leste é o local da iluminação, onde se pode enxergar as coisas claramente, ampla e distante. A estação é o inverno. O Elemento é a Terra. A cor o amarelo.

O Sul é o local da inocência e confiança. A estação é o Verão. O Elemento é o Fogo. A cor o vermelho.

O Oeste é o local da introspecção, que fala à nossa natureza introspectiva. A estação é o Outono. O Elemento é a Água. A cor o preto.

No Norte é encontrada a Sabedoria. A estação é a primavera. O Elemento é a Água. A cor o branco.


E como eu decido?

Se você nunca O viu, e a maioria das pessoas também não, o que pode contar na hora de decidir - além da sua herança cultural e tradições - talvez seja definindo qual o melhor jeito de acreditar Nele. E aí você pode fazer isso conhecendo um pouco mais de cada religião. Como cada uma O enxerga, como cada uma O homenageia, e quais são suas regras e doutrinas e como cada uma prega o que e como Ele faz pelos que crêem Nele.

Mas o mais legal em termos tantas religiões no mundo é que não existe uma religião com mais razão do que outra. Apenas uma verdade absoluta: Ele existe.
E aí é muito bom nós sermos escoteiros.
Porque primeiro nós aceitamos nossos irmãos como iguais, e isso inclui a sua religião.
Segundo porque como Escoteiros, nós acreditamos que tudo o que existe de mais belo neste mundo, - e que nós amamos porque vivemos nisso - das rochas mais profundas às florestas mais belas, os bichos, as pessoas, tudo é obra Dele.


E finalmente, o que é Espiritualidade...

E finalmente porque Ele, também deve ser Escoteiro, porque também aceita todos os povos, todas as crenças, sem impor nenhuma condição, até porque dão a Ele tantos nomes que nem cabem em uma lista telefônica. E nem por isso ele fica chatedado. É simplesmente porque Ele é AMOR, NATUREZA, BELEZA. E isso basta pra gente acreditar que Ele "é O CARA".

Espiritualidade é isso. É saber que acreditamos em uma Força Superior, que criou tudo o que existe de belo neste mundo, e que ama a todos nós - sem se importar com a raça ou cor ou cultura. Ou se o chamamos de A ou B, e que sempre dá uma ajudinha mostrando o caminho, se a gente souber pedir.

Mas tem que ser de coração, senão não vale.



Eu não sei muito bem como orar...

Saber pedir e saber agradecer não significa falar difícil ou encher linguiça. É saber pedir de coração. Pode ser até bem simples se você pedir de coração. Jurado juradinho.

Se você tem alguma dificuldade para achar as palavras certas na hora de orar, não se preocupe. Todos nós às vezes ficamos na dúvida.
A seguir relacionamos algumas orações que aprendemos com nossos chefes e monitores quando tínhamos a idade de vocês e as mesmas dúvidas. Inclusive a oração super integrada à Natureza, dos índios americanos e a história muito bonita de um exemplo de "Espírito escoteiro".

Se quiserem dar uma olhada para terem idéias, vale a pena.



Oração dos povos Nativos da América

Tu que és criador de tudo,
Mantenha-me no caminho do que é bom,
Mesmo que seja só uma mão cheia de terra,

Mantenha-me ao que você acredita,
Mesmo que seja um árvore e que fica em pé por si só.

Mantenha-me ao que você tem que fazer.
Mesmo que seja muito longe daqui.


Mantenha-me à vida,
Mesmo que seja mais fácil deixar ir

Segura-me à tua mão
Mesmo que eu tenha partido.



Oração do Lobinho

Senhor meu,
Ensina-me a ser humilde e bondoso,
A imitar teu exemplo,
A amar-te com todo o meu coração,
E a seguir o caminho
Que a de levar-me para junto de ti.
Que assim seja.



Oração do Escoteiro

Senhor, ensina-me a ser generoso,
A Servir-te-como mereces,
A dar sem medir,
A lutar sem medo de ser ferido,
A trabalhar sem descanso
E a não esperar outra recompensa
Senão a de saber que faço a tua vontade.
Amém



Oração do Senior (Amanhecer)

Senhor, no silêncio deste dia que amanhece,
Venho pedir-te a paz a sabedoria, a força.
Quero olhar hoje o mundo com olhos cheios de amor,
Ser paciente, compreensivo, manso e prudente,
Ver além das aparências teus filhos,
Como Tu mesmo os vês, e, assim,não ver senão
O bem em cada um.
Fecha meus ouvidos a toda calúnia,
Guarda minha língua de toda maldade
Que só de bênçãos se encha meu espírito.
Que eu seja tão bondoso e alegre
Que todos quantos se achegarem a mim
Sintam a TUA presença
Reveste-me de tua beleza, SENHOR, e que no decurso deste dia,
Eu TE revele a todos.
Amém


Oração do Monitor

Ó DEUS todo poderoso, sei que toda autoridade constituída aqui na terra emana de ti.
Que ao ser nomeado MONITOR te peço proteção pelos méritos e benção;
Faz que eu tenha SABEDORIA para conduzir minha Patrulha nas instruções, aventuras, competições, ajuda-me a estar sempre atento e FIEL à LEI ESCOTEIRA;
Esclarece minha inteligência ó DEUS, ilumina os nossos caminhos e fortalece o nosso ânimo nas lutas diárias e na vida cidadã;
Dá-me HUMILDADE Senhor, para SEMPRE ADMITIR MEUS ERROS e ELOGIAR O BOM TRABALHO dos meus liderados;
Dá-me SERENIDADE Senhor, para OUVIR A OPINIÃO dos meus liderados e que eu seja cortês e sempre AGRADEÇA.
Faz com que o egoísmo não me domine e o NÓS triunfe para a nossa vitória e para tua glória.
Amém!



Oração do Amor de São Francisco de Assis

Senhor,
Fazei-me instrumento de Vossa Paz.
Onde houver ódio, que eu leve o Amor.
Onde houver ofensa, que eu leve o Perdão.
Onde houver discórdia, que eu leve a União.
Onde houver dúvida, que eu leve a Fé.
Onde houver erro, que eu leve a Verdade.
Onde houver desespero, que eu leve a Esperança.
Onde houver tristeza, que eu leve a Alegria.
Onde houver trevas, que eu leve a Luz.
Ó, Mestre,
Fazei com que eu procure mais consolar,
que ser consolado.
Compreender, que ser compreendido.
Amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe.
É Perdoando, que se é perdoado.
E é morrendo que se vive para a Vida Eterna.
Amém.



Quem foi São Francisco de Assis

Francisco Bernardone foi um jovem de família muito rica na cidadezinha de Assis, Itália, nascido em 1180.
Mas mesmo tendo tudo o que um jovem de sua idade podia desejar, ele nunca gostou de ostentação e exibicionismo, mesmo com amigos ricos e "playboys".

Um dia, após rezar, voltando para casa, encontrou um leproso na rua e mesmo com os amigos enojados, deu uma esmola e um beijo no doente. Naquele momento, sentiu que sua vida só teria sentido, se servisse ao próximo. E passou a ajudar o pároco da igreja. Seu pai, revoltado, depis de buscá-lo duas vezes e espancá-lo, o ameaçou de deserção. Francisco não pensou duas vezes e renunciou por conta própria, devolvendo ao pai inclusive as roupas do corpo.

A partir daquele momento dedicou toda sua curta vida a ajudar os pobres e doentes da cidade, e foi morar em uma capela abandonada e caindo aos pedaços. Ele tinha só 27 anos.

Ficou conhecido como protetor dos animais, por estar sempre cercado de todo tipo de bicho, dos domésticos aos selvagens, que ele tratava e curava.

Morreu jovem aos 45 anos, em 1225. Foi canonizado apenas 2 anos depois de sua morte.

É um exemplo de humildade, dever a Deus, servir ao próximo, e proteção aos animais para todos nós - o verdadeiro espírito Escoteiro.
 

 
clique nas imagens para ampliá-las